in

7 erros que podem (e provavelmente vão) irritar seus clientes.

Conseguir um cliente pode ser difícil e trabalhoso. Perder um cliente pode ser fácil e exigir pouco esforço. Por isso é importante que designers, programadores, ilustradores e afins cuidem bem daqueles que são responsáveis pelo tão querido dinheirinho que entra na conta.

Pegue caneta e papel e anote 7 erros que devem ser evitados, pois provavelmente irritarão seus clientes.

1) Falta de comunicação

Uma grande porcentagem dos problemas que surgem com clientes (e mesmo com chefes e colegas de trabalho) poderiam ser resolvidos se a comunicação não fosse negligenciada. É de suma importância que o cliente esteja informado de todos os processos do serviço – inclusive o não cumprimento de prazos ou uma cagada que você cometeu no meio do processo. Muitos clientes não farão muito drama em aceitar o job com alguns dias de atraso, desde que sejam avisados disso, com certa antecedência.

2) Estrelismo

“Ai, eu sou designer, sou o rei do mundo. Meus layouts são os melhores, eu sei de tudo, não gostou vai se ferrar.” Pode acreditar, existem designers (e programadores, e ilustradores…) que se acham acima de qualquer opinião ou crítica. Dão piti quando um cliente não aprova aquilo que eles julgaram ser sua obra-prima. Saber negociar ao ouvir um “não” é essencial.

3) Usar muitos termos técnicos

Às vezes é sem querer, mas muitos profissionais acabam esquecendo que muitos clientes são leigos no assunto e acabam enchendo a mesa de reunião com termos técnicos, deixando o cliente com cara de ponto de interrogação. Talvez seja interessante explicar um assunto técnico de uma forma mais didática, talvez fazendo comparações e analogias.

4) Atrasos

A palavra “atraso” dificilmente estará em uma frase com um final feliz. Se marcou uma reunião com um cliente, esteja preparado para imprevistos saindo com no mínimo 30 minutos de antecedência. Lembre-se que a primeira impressão é a que fica. Chegar no local marcado para a reunião atrasado é péssimo. Se ver que o atraso é inevitável, não se esqueça de avisar o cliente antes e pedir sinceras desculpas. Para evitar essa “saia-justa”, procure organizar sua rotina.

5) Inflexibilidade

Situações mudam, pessoas mudam e talvez seja necessário mudar os planos. Pode ser que seu cliente lhe peça para diminuir o prazo do projeto pois surgiu um imprevisto enorme. Dizer logo de cara um sonoro “não” pode irritá-lo. Se o projeto estiver adiantado, agrade o cliente com o adiantamento do prazo final. Porém, se ver que realmente não é possível acatar o pedido de seu cliente, a melhor saída é a sinceridade. Seja flexível, mas dentro do possível.

6) Falta de tato

Por mais chato que o cliente seja, é essencial ter uma grande medida de tato ao lidar com eles. Isso significa ser firme no que diz, porém sem ofendê-lo ou irrita-lo. Grosseria não vai servir para nada. Mesmo que o cliente lhe ofenda, lembre-se que o profissional é você. Mantenha a calma, conte até dez e só depois disso xingue a mãe dele. (A última parte é brincadeira!)

7) Impaciência

Alguns clientes saberão exatamente o que querem. Outros não. Para alguns, serão necessárias várias reuniões para que entendam o propósito do projeto ou mesmo para que você descubra o que eles realmente querem. A paciência é uma das maiores virtudes. E, acredite, você precisará muito dela.

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por design, marketing digital, carros, cinema, astronomia e física quântica. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…