Guia completo com as melhores dicas para criar logo

O ser humano possui um grande senso de reconhecimento visual, por isso, desenvolver uma forma de identificar a sua marca é muito importante para gerar afinidade com o público-alvo. Mas, na hora de criar logo, você sabe o que fazer?

De fato, um logotipo é capaz de aproximar o consumidor demonstrando a imagem e a mensagem que uma empresa ou marca deseja transmitir.

Assim, criar um logo envolve muito mais do que apenas fazer uma figura visual. É a demonstração do “DNA” daquela marca. Por isso, diversos itens devem ser levados em consideração na hora da criação.

Por ser o elemento principal da marca, é fundamental que represente todos os propósitos do negócio. Então, como criar um logotipo que seja adequada ao seu negócio?

O que é logo e por que toda marca deveria ter um?

Antes de conferir algumas dicas para desenvolver um logo para o seu negócio ou a empresa de um cliente, é importante entender o que esse símbolo significa.

No mundo do design e da representação de marca, é muito comum ouvirmos o termo “logo”. Esse termo, por sua vez, pode ser a abreviação de logotipo ou logomarca.

Quando falamos em criar logo, estamos nos referindo ao logotipo, o que pode envolver uma imagem ou símbolo e a parte textual.

A função de um logotipo é o reconhecimento instantâneo da marca pelo consumidor. Por isso, é preciso contar com um longo planejamento, pesquisa e desenvolvimento até chegar à criação ideal.

Além de bonito esteticamente, tanto o símbolo quanto a fonte e a escrita precisam ser funcionais.

Quem nunca ouviu falar que o “e” inclinado no logo da Heineken foram colocados dessa maneira para passar a sensação de felicidade?

Ou que o “M” de McDonald’s tinha como objetivo funcionar como um arco e atrair a atenção dos consumidores?

São esses estudos aprofundados, que levam conceitos teóricos do design e da psicologia, que o profissional de design deve levar em consideração para criar logo.

Neste sentido, o logo é importante porque as pessoas se comunicam melhor quando existe uma representação visual. Além disso, é uma maneira de se destacar no mercado.

Se você está entrando em um mercado bastante concorrido, criar um logo diferente, que realmente conecte com o público-alvo, é um impulsionador para se destacar perante os concorrentes.

Saiba como criar um logotipo

Em um primeiro momento, criar um logotipo pode parecer algo simples e, de certa forma, até mesmo intuitivo.

Entretanto, esse processo demanda de uma série de elementos. É verdade que cada designer seguirá sua própria metodologia, mas nós simplificamos em um “checklist” para que o resultado seja uma fiel representação de uma empresa.

Nesse sentido, as dicas listadas abaixo podem te ajudar a criar logos coerentes e atrativos. Confira!

1. Entenda quem é a empresa

O primeiro passo para quem quer criar logo é entender quem é a empresa, o que ela faz e para quem.

Essas e outras perguntas que devem fazer parte do briefing, proporcionam uma visão clara sobre os objetivos e propósitos da empresa, da marca ou da personalidade.

Ter respostas claras desse questionamento fará com que o logo seja melhor direcionado e alcance o público-alvo. Da mesma forma, garante rápida identificação do negócio.

Quanto mais clara for a razão do “ser” da empresa, mais fácil será criar o logo ideal. Por isso, também liste os pontos que o diferem da concorrência.

Juntando todas essas definições ficará mais simples traduzi-los ao criar o logotipo.

2. Geralmente quanto mais simples, melhor

Essa é uma dica de ouro usada por diversos profissionais de criação: a simplicidade. Ao criar logo pode acontecer de querer incluir muitos símbolos, significados ou cores.

Porém, quanto mais objetivo e limpo for o logotipo, mais fácil será a compreensão do que essa marca representa (a não ser que o objetivo do logotipo seja exatamente ser complexo).

Por isso, é melhor sintetizar e considerar apenas as informações principais como imprescindíveis.

O uso de muitos elementos pode poluir o visual e não cria um apelo de identificação. Afinal, são muitas informações para o consumidor assimilar e memorizar.

Além disso, um outro ponto positivo à favor da simplicidade é a etapa da aplicação. Quanto mais detalhes um logotipo possui, mais difícil será mantê-los em reduções ou mesmo aplicá-lo em impressões, bordados, estampas e afins.

3. Busque por referências

Começar um projeto é sempre a parte mais difícil durante um processo criativo. Por isso, uma dica essencial é buscar por referências.

Realize uma vasta pesquisa sobre como um logo funciona, seu potencial e o que representa. Além disso, você também pode analisar as marcas famosas e entender o que faz aquele logotipo ser referência.

Não é à toa que marcas como Apple, McDonald ‘s, Coca-Cola, Nike, e tantas outras são líderes de mercado. A sua identidade visual foi totalmente pensada e elaborada para determinado fim, para representar ou passar uma mensagem específica.

Uma ótima forma de entender melhor um logotipo é por ler seu manual de identidade visual. Muitas marcas disponibilizam esses manuais ao público e eles podem ser verdadeiras fontes de referências e estudos para designers.

Mas, atenção: nessa pesquisa, o ideal é não ter como referência apenas grandes nomes – estude a concorrência. Afinal, esse estudo de mercado pode te dar uma boa noção do que o público-alvo entende como positivo ou negativo.

Se o seu propósito é se destacar no mercado em que atua, então analise os elementos, símbolos, cores e até a tipografia dos seus concorrentes.

Assim, as chances de criar um logo diferente e que seja chamativo ao público, são muito maiores.

4. Estabeleça o conceito

Quando falamos em conceito, estamos falando em determinar o que as formas do logo irão transmitir. Apesar de parecer “ao acaso”, todos os elementos que compõem um logotipo possuem um propósito e uma mensagem a ser passada.

Tenha em mente que o conceito do logo pode exprimir tanto a história da marca como o serviço prestado.

Além disso, lembre-se de considerar quais são as emoções que devem ser despertadas no público consumidor. Vale a pena estudar sobre os arquétipos da marca e entender qual caminho você pode seguir ao desenvolver aquele logotipo específico.

Para entender o conceito, pense no logo da marca Hyundai, que é um ótimo modelo de marca que apresenta seu serviço.

Em um primeiro momento, o logo parece a letra “H”. No entanto, a forma do desenho da letra representa duas pessoas em um aperto de mão, simbolizando a ligação entre a empresa e seu consumidor. Seu formato também traz a sensação de movimento e velocidade.

São esses pequenos, mas importantes detalhes e sutilezas, que fazem o conceito da marca ser tão importante na hora de criar logo.

5. Decida a tipografia

Sem dúvida, ao criar um logo, você quer que o consumidor consiga reconhecer a sua marca. Nesse sentido, a fonte usada no texto precisa ser legível e compreensível.

A tipografia é um importante componente do logotipo e também expressa significado e emoções ao público consumidor. Por isso, deve ser condizente e combinar com a marca e com a forma como os consumidores se comunicam.

Nada é mais desastroso do que usar uma fonte incompatível com a identidade da empresa.

A tipografia exige bastante estudo. Se você deseja se aprofundar nesse assunto, confira esse artigo sobre o que todo designer precisa saber sobre tipografia e também essa lista com 7 livros muito interessantes sobre tipografia.

A tipografia é algo tão importante que a própria escrita pode se tornar o logotipo da marca, sem a necessidade de um símbolo.

Um ótimo exemplo é a gigante das bebidas, a Coca-Cola. A letra cursiva demonstra elegância com curvas e ornamentos que enobrecem o nome da marca.

O logotipo também apresenta fluidez e dinamismo, qualidades que a tipografia procura passar em suas linhas. Esse formato, inconscientemente faz com que os consumidores associem a textura da bebida.

Por isso, ao criar um logo, busque ser original e use (ou crie) uma fonte que proporciona diferencial a sua marca.

6. Defina as cores

Ainda usando o exemplo da Coca-Cola, a marca é muito mais reconhecida pelo vermelho do seu logotipo, do que pela cor preta da bebida.

O mesmo acontece com a cerveja Heineken: a maioria dos consumidores associa a marca à cor verde, e não à cor amarela da bebida.

Sabe por que isso acontece? Porque as cores são fundamentais para gerar estímulo visual, mudar o humor, e podem ser consideradas protagonistas na hora da tomada de decisão

Uma dica é se aprofundar no estudo da psicologia das cores e como cada tonalidade é capaz de modificar a nossa percepção.

Dessa forma, a paleta de cores deve ser bem escolhida ao desenvolver um logo. E, assim como a tipografia, precisa combinar com a marca e com a empresa.

Na prática, as cores darão o tom e proporcionarão que a mensagem fique ainda mais clara aos seus consumidores.

Assim, conheça algumas associações das cores:

  • Branco: simplicidade, pureza, precisão, juventude, inocência, facilidade, frescor;
  • Preto: força, poder, precisão, sofisticação, elegância, mistério, formalidade;
  • Marrom: natureza, terra, ar livre, conforto, estabilidade, simplicidade, história, confiança;
  • Vermelho: desejo, energia, velocidade, poder, amor, fogo, perigo;
  • Rosa: inocência, amor, felicidade, romantismo, charme, delicadeza;
  • Roxo: imaginação, mistério, realeza, espiritualidade, transformação, conhecimento;
  • Azul: fé, lealdade, tranquilidade, calma, harmonia, unidade, profissionalismo;
  • Verde: tenacidade, saudável, renovação, generosidade, tenacidade;
  • Amarelo: dinamismo, positividade, relaxamento, idealismo, imaginação;
  • Laranja: criatividade, diversão, alegria, equilíbrio, expansão.

É claro que isso não é uma regra rígida, pois o contexto também precisa ser levado em conta. Além disso, existem variáveis que possuem outros significados.

Ao criar um logo com mais de uma cor, assegure que combinam entre si para manter a harmonia.

Para isso, utilizar um círculo cromático será de grande ajuda para entender melhor como fazer combinações de cores que realmente façam sentido.

Criando o logotipo na prática

Com tudo definido, chegamos à etapa de juntar tudo o que você pensou até aqui e os esboços que talvez tenha desenvolvido, para produzir a arte final.

Uma das grandes vantagens para quem precisar criar um logotipo são os softwares de criação e sites que facilitam esse trabalho.

Há no mercado diversas opções, desde as mais básicas, para quem ainda está na fase de aprendizado, como as mais avançadas, para designers profissionais.

O uso de uma plataforma para criar logo irá depender da sua necessidade e do tanto que gostaria de se aprofundar nessa criação.

Confira algumas opções que você tem à disposição quando precisa criar um logotipo:

Softwares de design

Essa é a opção número um para quem já tem certa vivência com a área. Criar um logotipo do zero utilizando um software próprio para isso é algo que todo designer provavelmente já experimentou.

O Adobe Illustrator é o mais indicado para isso, pois permite criar objetos baseados em vetores (cálculos matemáticos), onde não há distorção na imagem quando ela é redimensionada.

Alguns designers também utilizam o Corel Draw, outra boa opção para quem não está familiarizado com o programa da Adobe.

Outros softwares de edição de imagens, como o Adobe Photoshop, também são usados, principalmente na etapa da apresentação, onde o logotipo poderá ser inserido em mockups para que o cliente possa visualizá-lo de forma mais palpável e convincente.

Independentemente de qual software você use, tenha sempre em mente que o posicionamento e distribuição dos elementos são obrigatórios para criar logo de qualidade.

É a composição geral de todos os elementos que tornará o logotipo uma representação fidedigna e condizente com a marca.

Templates prontos

É verdade que o desenvolvimento de um logotipo é um processo artesanal, porém não há problemas em utilizar um template como ponto de partida para sua criação.

O ideal é que, nesse caso, o template seja utilizado como base e que o produto final seja facilmente distinguível do template que ele foi baseado.

Com foco voltado para designers, a Envato Elements é uma plataforma completa que oferece arquivos profissionais que servem tanto para o desenvolvimento de logos como até mesmo para referências e estudos.

Confira alguns exemplos de templates para logos que você encontra por lá:

Kit de logos vintage para cafés

Esse kit vem com exemplos de logotipos totalmente editáveis para cafés, em um estilo vintage muito bonito.

Acessar a página de download


Modelos de logotipos fitness

Se o seu projeto envolve o nicho fitness, uma boa opção é começar com esse kit que já vem com ilustrações condizentes a essa área.

Acessar a página de download


Modelos de logos para times de e-sports

Os e-sports estão em alta e muitos gamers buscam um logotipo para fazer parte da identidade visual de seu time. Com esses modelos você poderá ter uma boa base para desenvolver um logo desse tipo.

Acessar a página de download


Conjunto de logos para restaurantes

Já esse conjunto de logotipos traz uma variedade de opções para o nicho gastronômico. Uma ótima pedida para quem está trabalhando em um projeto de logo para restaurantes.

Acessar a página de download


Kit de logos para barbearias

As barbearias geralmente investem bastante em suas identidade visuais, e com esse conjunto retrô 100% personalizável, a criação de um logo desse tipo fica mais fácil.

Acessar a página de download


Além desses exemplos, existem outras milhares de opções de templates de logos disponíveis na Envato Elements.

Essa é uma excelente opção para quem deseja começar o desenvolvimento com base em um modelo predefinido e ir fazendo alterações de acordo com a necessidade.

Criadores de logo online

Se você ainda está no início de sua jornada no design ou se precisa de algo rápido para projetos específicos, você ainda pode contar com geradores de logos online.

A assinatura da plataforma Placeit oferece essa funcionalidade. Ao acessar a página, basta escrever o nome da marca e o ramo de atuação que automaticamente o site sugere centenas opções para criar logos personalizados.

É uma boa opção para ter insights e testar, de modo automático, como aquele nome se comporta de acordo com cores e símbolos oferecidos.

Após escolher o modelo que mais te agrada, você ainda poderá editar as cores, tipografia, imagens, símbolos e tudo o que desejar.

O painel de criação é bastante intuitivo e permite que você teste, de forma prática e rápida, diversas possibilidades que aquele logotipo pode assumir.

Experimente o criador de logos online da Placeit

Você pode utilizar o gerador de logos online da Placeit para criar logotipos ou mesmo como forma de estudo, para expandir as possibilidades de criação e visualizar diversas opções ao mesmo tempo.

Consulte opiniões

Por fim, muitas vezes quando trabalhamos muito em uma ideia, ela está tão enraizada que já não existe o filtro de entendimento. Estamos tão imersos na missão de criar um logo que pode ser que os elementos não estejam passando a mensagem desejada.

Assim, para não publicar algo que seja equivocado, busque por feedbacks de pessoas de fora. Quanto menos informações essas pessoas souberem sobre o projeto, mais realista será a percepção.

Existem designers que criam grupos com amigos e familiares para enviar seus projetos de logo. Sem nenhuma explicação prévia, esses profissionais conseguem obter insights preciosos ao compartilharem os trabalhos.

Outra ideia é consultar os possíveis consumidores ou mesmo pessoas que sejam o público-alvo de uma empresa para ter mais assertividade. É importante que o público avaliador seja variado e possua as características da persona da marca.

Além disso, proporcione uma base para o processo de avaliação, faça perguntas específicas para ter opiniões relevantes. Caso contrário, questões abertas podem resultar em respostas “em branco” ou apontamentos que foram colocados somente para “preencher espaço”.

Neste sentido, algumas sugestões para questionar o público-alvo são as seguintes:

  • O que chama atenção nesse logo?
  • Qual produto ou serviço acredita que essa empresa fornece?
  • Qual elemento do logo é mais significativo?
  • Você ficou confuso para entender a mensagem passada?
  • O que você removeria ou alteraria nesse design?

Um logotipo pode evoluir

Quem consome determinada marca durante anos, já deve ter percebido alterações em logotipos. Tudo muda com o tempo, por que um logo deveria se manter igual?

Seja por insatisfação, por evolução, inovação ou aproveitar novas tendências, o logo deve acompanhar as mudanças realizadas pelas marcas.

Obviamente que uma marca já consolidada, dificilmente fará grandes modificações em sua identidade de marca. No entanto, pequenos ajustes são feitos para readequar a imagem perante seu público.

Por isso, mesmo que já tenha passado pelo processo de criar um logotipo, esteja atento às mudanças internas e externas. E, se ainda estiver no momento de criação, aprimore o logo e consulte novamente a opinião das pessoas.

Quanto mais testes e avaliações fizer, maiores são as chances de encontrar o logotipo ideal para a sua marca.

Especialização em branding

Agora, se você é um profissional de design, que se interessa em desenvolver marcas, pode considerar se especializar em branding.

Branding é um conjunto de ações sempre alinhadas ao posicionamento, propósito e valores da marca. A criação de logotipo é um dos braços do branding, que por sua vez, tem experimentado um amplo crescimento nos últimos anos.

Isso porque as empresas já estão conscientes do peso que uma marca bem estruturada possui – não só para comunicar com o público, mas para gerar maior valor de mercado.

Assim, designers que se especializam em branding, podem encontrar um vasto campo profissional, para oferecer serviços como uma agência ou mesmo como freelancer.

Caso queira se aprofundar no assunto, confira algumas sugestões de livros que vão te ajudar na criação de marcas.

Conclusão

Depois de todo esse conteúdo, um guia completo com as melhores dicas para criar logo, é indiscutível a importância desse elemento para uma marca, não é?

Inclusive, aposto que existem diversas marcas que você reconhece, de longe, apenas pelo logo. E é esse, realmente, o objetivo.

Para que a marca seja reconhecida e valorizada pelo consumidor, criar logo com atenção, cuidado e dedicação, é essencial. Por isso, ao desenvolver um projeto, seja para a sua empresa ou negócios de terceiros, aplique o tempo necessário para obter um bom resultado.

Só assim, um logo que você criar tem tudo para alcançar pessoas e se tornar facilmente reconhecida.

E se ficou com alguma dúvida, ou gostaria de contribuir com alguma nova sugestão de dicas para criar logo, escreva para nós nos comentários – aproveite esse ambiente de interação!

Compartilhe este artigo
Copie essa URL
Veja também
Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação e fornecer funcionalidades adicionais. Saiba mais sobre nossa política de cookies.