in ,

Registro de marca no INPI: como designers podem ganhar mais dinheiro (e credibilidade) ao oferecer o serviço

Se você é um designer, já deve ter ouvido falar sobre registro de marca no INPI, não é? Afinal, este é um procedimento indispensável para proteger a identidade visual de uma marca, bem como seu fonema, dentro do seu segmento de atuação e, assim, evitar o uso indevido por outras pessoas ou empresas.

Este é um serviço bastante procurado. De acordo com o Boletim Mensal de Propriedade Industrial – Estatísticas Preliminares de Novembro de 2020, divulgado pelo próprio INPI e com dados relativos a outubro de 2020, apenas no mês citado, foram feitos 30.540 pedidos de propriedade industrial de marcas.

Ao considerar o acumulado no ano de 2020, de janeiro a outubro, foram 224.045 pedidos de propriedade industrial de marcas. Isso equivale a 734 pedidos por dia e 30 pedidos por hora.

  • 734 pedidos por dia;
  • 30 pedidos por hora;
  • 1 novo pedido a cada 2 minutos.

Nosso objetivo não é deixar este conteúdo muito estatístico, pelo contrário. Porém, o que queremos mostrar é que, em média, é feito um novo pedido de registro de marca no INPI a cada 2 minutos, e você pode se aproveitar deste movimento com os seus clientes.

Registrar marca no INPI é muito vantajoso a curto, médio e longo prazo e se você for a “ponte” que liga este registro ao cliente, pode passar a ter uma nova fonte de renda, capaz de aumentar seus lucros, com um investimento de poucos minutos!

Também não estamos falando aqui de uma fórmula mágica, mas sim de um processo legal, prático, seguro e que certamente pode fazer a diferença em sua rentabilidade, o que é sempre muito bem-vindo.

Continue conosco para saber como ganhar dinheiro com indicações para registrar marca no INPI!

O que é o registro de marca no INPI?

É um registro feito junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), que protege a identidade visual (sem variações) e o fonema de qualquer marca dentro do seu segmento de atuação.

Este é um registro válido em todo o Brasil por 10 anos, e que pode ser renovado pelo mesmo período, mediante o pagamento de uma taxa.

Ao registrar marca no INPI, a identidade visual da marca (com todos os seus elementos, inclusive o logotipo) e sua fonética (como quando alguém quer usar o mesmo nome da empresa no mesmo segmento) ficam completamente protegidas, o que te dá o devido embasamento jurídico para se proteger contra plágios, pirataria e afins.

Uma questão importante, porém, é que a solicitação de registro de marca no INPI só pode ser feita pelo dono da marca, pois a empresa precisa comprovar que sua atividade (CNAE, ou Classificação Nacional de Atividades Econômicas) é compatível com a classe escolhida para o registro.

Se quiser saber mais detalhes, pode acessar nosso conteúdo sobre “O que todo designer precisa saber sobre registro de marca no INPI e registro de direito autoral de logotipo”.

Mas se só o cliente pode registrar sua marca no INPI, como eu, designer, posso ganhar com isso?

É aí que vem o pulo do gato. O processo só pode ser realizado pelo cliente, mas você, designer, pode fazer a indicação do registro de marca no INPI, desde que seja afiliado a uma empresa que presta esse tipo de serviço, como o caso do E-Marcas

O E-Marcas é uma empresa que ajuda seus clientes com os trâmites legais e burocráticos relacionados ao registro de marca no INPI, que são um pouco complexos e difíceis de entender, especialmente para quem não tem tanto conhecimento jurídico.

Com a assessoria do E-Marcas, o processo torna-se muito mais simples e intuitivo, pois a empresa ajudará o seu cliente a encarar todas as etapas, até o momento que ele tiver o seu registro de marca no INPI devidamente deferido.

A partir do momento que você se afilia ao E-Marcas, passa a ter um link exclusivo de indicação, o qual será enviado ao cliente. Caso ele registre a marca por meio do seu link, você recebe uma comissão pela indicação, tudo de forma automatizada.

É assim mesmo, tão simples, rápido e prático quanto parece, e o melhor: a afiliação é gratuita. Clique aqui para se registrar como afiliado do E-Marcas.

Quais são as vantagens para o cliente que registrar marca no INPI?

Brevemente, alguns dos maiores benefícios são os seguintes:

Segurança legal. Com sua marca registrada, ele (o cliente) não corre o risco de perder a marca e ter que mudar de nome ou, pior, de ter que pagar uma indenização a um concorrente que tenha registrado a marca antes.

Direito de exclusividade no segmento. Se outra empresa quiser usar o nome do seu cliente e atuar no mesmo segmento, ela não poderá fazer isso, sob a pena da lei, salvo caso o nome tenha palavras muito comuns ou descritivas, por exemplo.

Tranquilidade por muito tempo. O registro no INPI vale por 10 anos, ou seja, o cliente ficará sossegado por um bom tempo até que precise renovar o registro.

Máxima praticidade. Ao contar com a assessoria da E-Marcas, todos os trâmites são resolvidos de maneira simples e prática, sem que o cliente precise correr atrás das informações necessárias. Ele será contactado apenas se precisar informar algum dado.

Licenciamento e franquia. Somente uma marca registrada pode ser licenciada ou franqueada, essas são duas formas muito interessantes de expansão e seu cliente pode ter interesse (imediato ou futuro) nessas possibilidades.

Ótimas condições de pagamento. Além de um investimento que cabe no orçamento, ele ainda pode optar pelo pagamento à vista ou parcelado no cartão de crédito, de acordo com o que considerar mais viável.

Quais as vantagens para os designers que oferecem o registro de marca no INPI?

É claro que os designers também têm muito a ganhar ao oferecer essa possibilidade aos seus clientes, como o seguinte:

Maior credibilidade. Além da qualidade do seu trabalho, você ainda transparece mais profissionalismo aos clientes, já que pensa também nas questões burocráticas que poderiam afetá-los.

Máxima praticidade. Como comentamos acima, basta enviar seu link exclusivo para o cliente. Então, ele seguirá todos os passos solicitados e, depois de concluir a contratação do serviço, você terá direito a uma comissão, sem precisar ter trabalho para isso.

Sem dor de cabeça. Caso o cliente tenha alguma dúvida em relação ao andamento do registro de marca no INPI, ele entrará em contato diretamente com o atendimento do E-Marcas, não com você.

Fonte de renda extra adicional. Toda fonte de renda é bem-vinda, ainda mais quando não demanda seu tempo e seus esforços. Isso pode resultar em um aumento significativo de sua rentabilidade, com um valor extra que pode ser usado para alguma aplicação financeira, para investir em sua carreira ou no que mais desejar.

Maior satisfação dos clientes. Ao oferecer um serviço mais completo, que também passa pelo registro de marca no INPI, o cliente tende a ficar ainda mais satisfeito. Consequentemente, as chances de indicá-lo para amigos e parceiros, bem como de contratar outros projetos futuros, também aumentam.

Afiliação gratuita. Você não paga nada para ser afiliado do E-Marcas. Sem surpresas ou letras pequenas

Ao oferecer o registro de marca no INPI aos seus clientes, todos saem ganhando!

Ao indicar seus clientes para registrar marca no INPI, eles ganham em profissionalismo, tranquilidade e segurança jurídica, enquanto você ganha credibilidade e uma fonte de renda extra sem que precise gastar seu tempo, o que é excelente.

Portanto, não perca mais tempo: torne-se um afiliado do E-Marcas e comece a ganhar dinheiro por cada cliente que contratar o serviço de registro de marca por meio de sua indicação.

Assim, você pode se tornar um designer com ainda mais credibilidade e reconhecimento, além de mais dinheiro na carteira, sem ter que pagar nada por isso!

Guilherme Dantas

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por criatividade, carros, educação financeira e cinema. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

Avatar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…