in , ,

7 pecados capitais da produtividade!

Tenho certeza que muitos já se fizeram essa pergunta: Estou fazendo isso certo?

O primeiro passo para melhorar é admitir que algo precisa mudar. Mas não quero entrar em nenhum tópico de autoajuda ou algo parecido, vamos ser bem práticos mesmo!

Pensando nisso, separamos 7 dicas objetivas e simples que você poderá seguir e logo sentir uma diferença grande na sua produtividade, sem se matar de trabalhar para isso.

1. Procrastinação

procrastin

Por que fazer depois o que se pode fazer hoje? A falta de prazos e metas deixam qualquer um relaxado. Mas essa sensação de relaxamento acaba rapidamente quando você percebe que já está na hora de entregar o projeto ou se é tarde demais.

Não enrole, dê uma folga no Facebook, Twitter, Instagram, Whatsapp, portais de notícias, blogs e tudo mais enquanto estiver trabalhando.

Não use a desculpa: “eu trabalho com isso”, para falar que pode ficar horas no Face. Claro que se você for um profissional de marketing, social media ou algo do gênero, você passará horas PRODUTIVAS nas redes sociais.

Mas horas produtivas não significam ficar descendo a barra de rolagem eternamente do Facebook a busca de inspiração aleatória.

2. Falta de agenda

agenda

A agenda de papel pode ser coisa da escola para muitos (e até traumatizante para alguns). Isso não quer dizer que você deve largar qualquer tipo de controle cronológico.

Existem diversos apps e sites que ajudam a criar agendas práticas, com avisos e notas. Alguns já até falamos sobre aqui no blog.

Seu cérebro pode ser uma máquina incrível, mas é falha. Vamos esquecer de compromissos, prazos e horários, principalmente quando estivermos focados em outras coisa. Por isso uma agenda é imprescindível.

3. Tarefas simultâneas / Falta de prioridades

muitas

Ok, muitas pessoas tem mais facilidades que outras nesse aspecto. Mas não quer dizer que seja algo prático de ser feito.

Você pode conseguir fazer mais que uma coisa ao mesmo tempo e até fazer muito bem. Mas em algum momento, uma das tarefas será priorizada e a outra esquecida.

A melhor maneira de organizar suas tarefas é colocá-las em fila e destrinchando cada item, individualmente.

Pessoalmente gosto muito de utilizar o Trello ou o Asana para facilitar essa organização de tarefas, colocando-os em ordem de prioridade e fazendo uma após a outra. Nesses sites você consegue trabalhar em equipe também, podendo adicionar tarefas a colegas ou ter uma tarefa apontada como sua.

4. Desorganização no escritório / home office

Mesa cheia de coisa não quer dizer que você é ocupado. Quer dizer que você é desorganizado.

Deixe sempre sua mesa limpa, mantenha apenas as coisas que realmente são úteis no dia a dia. Não só para que tudo fique mais fácil de você acessar, mas também para melhorar a estética do seu ambiente de trabalho.

Pode parecer supérfluo, mas não é. Sua mesa ser limpa e agradável afeta diretamente sua performance. Vai ajudá-lo a se sentir melhor.

Por isso que muita gente acaba tendo coisas pessoas na mesa de trabalho, como canecas personalizadas, bichinhos de pelúcia, action figures, entre várias outras coisas que não só decoram a mesa, mas fazem com que a pessoa se sinta mais à vontade.

5. Falta de pausas

pausa

Melhores amigos e ao mesmo tempo, inimigos. A pausa e a procrastinação são praticamente como o anjinho e o diabinho um em cada lado do seu ombro, falando quando você deve ou não parar o que está fazendo para relaxar um pouco. Por isso, é muito importante que não confunda os dois.

Pausas são essenciais para você não cansar excessivamente. Tanto pausas curtas quanto longas (cafés e refeições).

Existe um método chamado Pomodoro, que consiste em você fazer pausas curtas (no máximo 5 minutos) a cada 25 minutos. Nessas pausas, levante um pouco, tome uma xícara de café, água, lave o rosto, faça qualquer coisa que não envolva a atividade que você está fazendo. E de preferência fora do computador (se você se perder na timeline do Facebook, não serão só 5 minutos).

A cada 4 pausas, a quarta você tem o direito de fazer uma pausa um pouco maior, algo em torno de 20 a no máximo 30 minutos.

6. Desorganização nos e-mails

emails

Mantenha o e-mail sempre organizados, mas isso não quer dizer ficar olhando pra eles o tempo todo como se estivesse apaixonado.

Você pode, por exemplo, usar parte do tempo da sua pausa maior de 20/30 minutos, do item anterior, para organizar seus e-mails do dia, evitando que eles acumulem, assim como jogar fora o spam.

Utilize softwares que ajudem na organização e pesquisa de e-mails, ou um bom webmail. Claro que isso é muito pessoal. Não importa qual cliente de e-mail utilize, apenas use o que você se sentir melhor.

7. Dormir mal, comer mal e não se divertir

comermal

Esse item não pode deixar de aparecer nessa lista, apesar de servir para qualquer situação (porque sem dormir e comer, nem o lazer conseguimos fazer). Para o trabalho, isso acaba sendo mais importante ainda.

Projetos exigem foco, ânimo e dedicação. Coisa que você não vai fazer com sono ou fome.

Independente da hora que você for dormir, caso trabalhe de noite (hora mais criativa para muitos profissionais), durma bem para repor as energias. Não force seu corpo com energéticos em excesso.

Se você está precisando disso para fazer qualquer atividade do seu dia, algo está errado, vá procurar um médico ou nutricionista.

Não deixe de ter um tempo para você mesmo também, além das pausas. O lazer faz parte dos pilares de uma vida balanceada.

Imagens do posts via shutterstock

Escrito por Julian Nunes

Designer e professor nas áreas de computação e editoração gráfica e também apaixonado por cinema, animação, motion e flertando com fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…