in ,

10 dicas para turbinar sua criatividade!

Criatividade. Do Latim CREARE,  que também derivam as palavras criação e criança, significa a capacidade de criar, produzir ou inventar coisas novas.

Apesar de andarem juntas, a palavra Inovação não compartilha da mesma origem etimológica, que por sua vez vem de INNOVARE, que significa renovar, mudar. Innovare também é a junção de IN (em) e NOVUS (novo).

Gosto de ver a origem de certas palavras para entender o contexto que a utilizamos. Muitas palavras, hoje, continuam sendo utilizadas por questões culturais, mas não carregam mais seu significado inicial da mesma forma. Arrisco até dizer que Criatividade e Inovação fazem parte dessa categoria pela banalização de seu uso.

Nossa área (criação) já diz que somos obrigados a carregar a criatividade para todo lado. Mas a nossa cultura tem obrigado que praticamente todo profissional, de qualquer área, precisa ter essas duas habilidades.

Seria essa uma exigência natural e saudável para todos? Bom… Deixo isso para outra discussão.

Como todos nós TEMOS que usar a criatividade e inovação em nosso favor, separamos aqui algumas dicas para você fazer em sua rotina, que com certeza ajudará a realizar seus trabalhos com muito mais facilidade e qualidade!

Vamos lá:

1. Seja impulsivo como uma criança

crianca

Coloquei na definição da palavra criatividade que ela compartilha do mesmo radical que originou também a palavra criança. Podemos ver a partir daí que elas tem relação. Mas por que eu falei para aproveitar a impulsividade de uma criança?

Crianças não são como adultos em vários sentidos. Mas o que quero focar é o fato de que elas ainda não se bloquearam e criaram filtros (muitas vezes prejudiciais) que nós adultos criamos para criar uma “sociedade saudável”.

A criatividade pulsa, ela simplesmente acontece, muitas vezes inesperadamente. Assim como o comportamento de uma criança.

Por isso, quando você tiver o seu momento, não pare e “pense” os “SEs” e “PORQUÊs”… Execute!

Coloquei essa dica em primeiro lugar, porque em seguida vamos ver algumas maneiras de executar ou guardar esses momentos impulsivos.

2. Tenha algum hobby

hobby

Um hobby é essencial para você voltar a sua tarefa e fazê-la melhor.

Como assim? Simples.

Quando você só pensa no trabalho e se força em não “perder o foco”, é justamente aí que fica sobrecarregado e… perde o foco.

Se está difícil de realizar algo, vá fazer algo que goste muito. Inconscientemente, seu cérebro continuará pensando na atividade anterior, mas de uma maneira mais leve e até mesmo criativa!

Quando você voltar, prepare-se para um trabalho melhor do que você estava fazendo.

3. Crie uma rotina… Para sair dela!

rotina

Rotina é importante, isso é inegável. Mas muitas ideias podem vir do caos, da bagunça e da falta de rotina. Isso também é inegável.

Por isso recomendo que tenha os dois. Crie uma rotina que irá ajudá-lo a ter tempo para fazer tudo que for necessário. Tempo para dormir, comer, sair e tudo que for importante. Reservar tempo para momentos-chave é vital para você não se perder, atrasar ou deixar de fazer alguma coisa.

Mas isso não é uma prisão, é uma escolha. É como um quarto de porta aberta. Você entra nele para trabalhar, dormir, mas a porta está sempre aberta para você sair e fazer o que mais lhe vier a mente, caso seja importante.

4. Escreva todas suas ideias

anote

Lembra do impulso da criança? Então… Aqui é onde você vai guardar esse momento.

Toda ideia deve ser registrada. Toda ideia! Nossa memória é falha e não adianta tentarmos lembrar de tudo que em algum momento pensamos. Por isso tenha aplicativos de notas no celular, cadernos, ou o que for mais adequado ao seu dia. Mas não deixe de anotar todas suas ideias.

5. Fique incomodado

pense

A televisão, os jornais e a mídia em geral deve ser apartidária, não influenciar para um lado nem para o outro, porque a única função de canais de comunicação deveria ser informar.

Isso acontece?

Somos cercados por influenciadores e manipuladores. Isso não necessariamente é de todo ruim, a não ser que você fique cego e se deixe levar por qualquer coisa que for falada.

Precisamos nos questionar sempre, porque esse incômodo é saudável, principalmente para mentes criativas. Ao sairmos do pensamento comum, estamos indo para ideias fora da caixa. E adivinha o que é isso?

6. Perguntas certas para boas respostas

perguntas

Todo trabalho é a resposta de algo. Mas você pode estar com uma resposta baseada em uma pergunta mal feita.

Funciona assim… Imaginem que um cliente quer renovar seu logotipo. Você logo pergunta: “Por que gostaria de mudar o seu logo?” e a resposta é simples: “Não gosto mais do atual”.

Lá vai então o designer fazer umas 20 versões até chegar no que ele vai gostar. A culpa é do cliente? Provavelmente não.

Precisamos ser assertivos em nossas perguntas para termos as melhores respostas em tudo. Volto mais uma vez no briefing, que é onde você irá fazer todas essas perguntas e saber exatamente o que o cliente espera e fazer seguindo essa linha.

7. Busque sempre por inspirações diversas

inspira

Buscar inspiração em sites especializados, portfólios e tudo mais, é sempre bom… Pra falar a verdade, é ótimo. Mas vocês não precisam parar por aí. A inspiração está em todo lugar. Na rua, parques, fotografias, pessoas, filmes. Tudo pode inspirá-lo, é só você saber como olhar.

Claro que isso é muito subjetivo, mas são poucas as coisas que não são subjetivas no campo da criação.

8. Junte ideias contrastantes

ideias

Faça um teste (isso foi feito pela primeira vez pelo neurocientista Paul Howard-Jones): peça para alguém criar uma história usando três palavras que tenham sentido, por exemplo “natureza”, “paisagem” e “viagem”.

Agora peça para outra pessoa criar uma outra história com três outras palavras que não tenham conexão nenhuma, como “tomada”, “árvore” e “mochila”. Veja quem monta uma história mais criativa.

Funciona assim também quando vocês forem criar. Não se limitem a uma linha de pensamento apenas, trabalhe com ideias diferentes e vejam seu leque de opções ser drasticamente ampliado.

9. Divirta-se

divirta

Comentei sobre os pilares de uma vida mais saudável e feliz em um outro post. Volto a falar aqui sobre porque momentos criativos precisam vir também fora do trabalho.

Muitas vezes a sua melhor ideia virá quando você menos espera. E justamente por você estar mais tranquilo e feliz no momento em que está se divertindo, é que existe uma boa chance de ser criativo.

Mas lembre-se: teve uma ideia? Anote!

10. Ame

ame

Parece clichê, mas é real. O amor inspira, e já ajudou artistas em todas as gerações, desde o início.

Coloquei isso no fim porque talvez muitos “se levantem” agora por discordar. Mas calma, calma… Não estou falando de relacionamentos amorosos apenas. Você pode amar o que faz, amar algo ou alguém.

O fato de você ter isso por perto te fará ser alguém melhor e até mesmo mais criativo.

Sabe como é… viver faz parte da vida.

Imagens do post via shutterstock

Escrito por Julian Nunes

Designer e professor nas áreas de computação e editoração gráfica e também apaixonado por cinema, animação, motion e flertando com fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…