in ,

10 dicas para exercitar a criatividade e se manter inspirado

Nada pior do que sentarmos em frente ao computador e nada vir a mente não é mesmo?

A falta de criatividade (e de inspiração) é um verdadeiro pesadelo para qualquer profissional criativo.

Sendo assim, confira 10 dicas para exercitar a criatividade e se manter inspirado:

Observe

observe

Ser um bom observador está intimamente ligado ao dom da criatividade. Se você não tem o hábito de observar tudo o que o rodeia, faça isso como exercício.

Observe os detalhes das construções, dos símbolos nas placas de trânsito, as características das pessoas em sua volta. Quando estiver conversando com alguém, observe seu modo de falar, sua linguagem, sua postura.

É bem provável que um insight criativo aconteça no meio de alguma observação.

Analise

analise

Um ótimo exercício quando vamos ao shopping ou ao supermercado: quando se deparar com uma vitrine ou uma embalagem de algum produto, analise suas características. Não tenha medo de colocar seu senso crítico para funcionar.

Depois, pense no que faria de diferente para mudar aquilo que analisou, seja para dar um aspecto mais interessante, para “despoluir” o visual, ou mesmo para chamar mais atenção do público-alvo.

Ouça música

ouca-musica

Ouvir uma boa música pode ser a chave para ter uma boa ideia. Procure, pelo menos algumas vezes, fazer disso um exercício mental: preste atenção em cada acorde, em cada batida, na harmonia dos instrumentos ou nas técnicas vocais do cantor.

Analise a letra, as rimas, o sentido (muitas vezes subjetivo) de uma determinada frase.

Às vezes, aquela música que você já ouviu centenas de vezes assume um outro significado quando analisada mais de perto.

Assista filmes

assista-filmes

Não apenas assista, mas perceba os detalhes envolvidos em cada filme. A iluminação, a fotografia, a trilha sonora, os efeitos especiais. Tudo é válido para despertar a criatividade.

Há uma infinidade de elementos que estão presentes nos filmes e que muitas vezes passam despercebidos quando só prestamos atenção na história em si.

Após assistir, tente ir além: pesquise sobre a obra. É uma adaptação de um livro? Uma refilmagem de um clássico? Quem é o diretor? Qual seu estilo? Tais pesquisas também estimulam a criatividade.

Dica de post: 7 filmes que todo criativo deve assistir na Netflix!

Aproveite seu sono

durma

Para alguns profissionais, dormir mais de seis horas é luxo. Mas lembre-se que uma mente criativa precisa descansar.

Por mais que o trabalho esteja acumulado, evite criar o hábito de passar noites em claro. Até mesmo carros de Fórmula 1 precisam parar no Pit Stop durante a corrida. Portanto, não force a barra.

Quando acordar de uma bela noite de sono, tente lembrar dos seus sonhos. Esse é um exercício bem interessante para estimular a memória e, quem sabe, procurar ideias criativas no mundo onírico.

Leia e escreva muito

leia-escreva

Quando lemos (principalmente histórias envolventes) nosso cérebro cria os cenários, as falas, as situações. Isso, por si só, já é o mais puro grau da criatividade. Tenha o alvo de ler pelo menos um livro por mês.

Se não costuma escrever, tente fazer isso. Iniciar um diário, um livro de crônicas ou de poemas pode ser um ótimo exercício para sair da zona de conforto e criar.

Aproveite os momentos de ócio

aproveite-ocio

Convenhamos: ninguém é ativo todo o tempo. Existe aquele momento em que seu único desejo é… fazer nada! Quando isso acontecer, saiba tirar proveito dessa situação.

Navegar aleatoriamente na internet pode te fazer descobrir algum site útil. Rabiscar em uma folha de papel enquanto ouve sua banda preferida pode servir pra organizar suas ideias. Bater papo com um amigo pode despertar uma ideia fantástica.

Seja qual for a atividade que você faz quando quer mergulhar no ócio, esteja sempre preparado para “fisgar” novas ideias, até mesmo nessas situações.

Organize suas coisas

organize-se

Organize a mesa de trabalho de uma forma em que não perca tempo procurando coisas importantes. Tenha sempre em vista folhas de rascunho e um lápis ou caneta.

Se algo está ocupando espaço na sua mesa, mas você não usa, simplesmente guarde em um outro lugar.

O mesmo vale para os documentos em seu computador. Organize seus arquivos por pastas, divida seu HD, limpe arquivos desnecessários, deixe sua área de trabalho o mais clean possível.

Dica de post: 7 pecados capitais da produtividade!

Desafie-se

desafie-se

É muito fácil “estacionar” em sentido profissional, principalmente quando se trabalha sozinho. Por isso, faça desafios a si mesmo, regularmente.

Por exemplo: se você é um ilustrador, mas não sabe nada de edição de vídeo, desafie-se a criar um vídeo estilo “speed art” de algum trabalho seu. Isso o estimulará a aprender novas habilidades, que poderão ser úteis futuramente.

Comece com pequenos desafios, e, assim como em um jogo, aumente a dificuldade à medida que consegue completá-los.

Tenha paixão pelo que faz

paixao-trabalho

Sim, pode parecer repetitivo, mas é essencial: se você não é apaixonado pelo seu trabalho, está desperdiçando boa parte da sua vida.

Trabalhar com criatividade é algo que pode ser extremamente recompensador. Ver um projeto que surgiu em sua mente ganhar forma e ser finalizado é um privilégios que poucos tem.

Dica de post: Se apaixone todos os dias

Essas são apenas 10 dicas para exercitar a criatividade e se manter inspirado. Contribua com suas próprias dicas deixando seu comentário logo abaixo!

Imagens do posts via Shutterstock

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por design, marketing digital, carros, cinema, astronomia e física quântica. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

4 Comentários

Leave a Reply
  1. Bom eu trabalho como freelancer então quando estou sem ideia sabe o que faço? Amor isso mesmo com minha queridíssima esposa rs…. Sério mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…