in

5 tendências de ilustração para você explorar em seus próximos projetos

Tendências geralmente são cíclicas, e muitas coisas que fizeram sucesso há algumas décadas parecem ganhar uma nova roupagem e ressurgir atualmente. Não poderia ser diferente com as ilustrações.

Por se tratar de uma atividade que está diretamente relacionada com a criatividade, ficar de olho nas atualizações deve ser considerado como prioridade por quem a oferece, já que é preciso estar preparado para as solicitações dos clientes.

Vamos conferir o que deve guiar os lápis, pincéis e tablets dos ilustradores daqui pra frente, de modo que você já comece a se preparar e, assim, dominar tais novidades em seu dia a dia!

Tendências de ilustração que estão em evidência

Depois de conhecermos as últimas tendências de fotografia, chegou a hora de saber o que deve guiar as ilustrações neste ano. Vamos lá!

1 – Cores sólidas e paletas limitadas

Há uma famosa expressão que diz que menos é mais, a qual resume bem uma das possíveis tendências: o uso de cores sólidas, sem nuances e variações, além de paletas com um número limitado de cores.

Pode ser que haja um grau maior de complexidade neste sentido, já que o ilustrador deve se ater a apenas algumas opções ao invés de ter toda a paleta de cores à sua disposição, mas é inegável que isso agrega valor à produção e a classifica de maneira diferenciada em relação às demais.

Da mesma forma que existe uma relação entre psicologia das cores e fotografia, o mesmo também se aplica às ilustrações. Portanto, vale a pena estudar um pouco sobre tal assunto, de modo a ter mais embasamento sobre ele.

2 – Ilustrações animadas

O setor criativo desempenha um faturamento importante no mercado. De acordo com o Department for Digital, Media, Culture and Sport (DCMS), órgão britânico, ele foi responsável por mais de £ 100 bilhões apenas no ano de 2017.

O crescimento deste setor aparece em praticamente todo o mundo, o que é fortemente potencializado pela internet e pelas redes sociais, o que significa que a concorrência também é maior.

Para que as ilustrações possam ter maior engajamento e, consequentemente, maior sucesso nas iniciativas propostas, vale investir nas animações, como GIFs ou mesmo vídeos curtos, que as tornam bem diferentes e, em especial, interativas.

É fato que isso demanda um investimento em termos de conhecimento, mas que certamente vale a pena pelo potencial de geração de bons resultados.

3 – Hand lettering

Ainda que o digital tenha um apelo muito forte, o manual sempre estará de mãos dadas com a ilustração. Prova disso é a técnica conhecida como hand lettering (“letra manuscrita”, em tradução livre), que consiste no desenho de letras – por mais engraçado que a frase pode soar.

Por vezes, ainda com dezenas de milhares de fontes disponíveis na internet, não é possível encontrar aquela que se enquadra exatamente no que o projeto demanda, quando as letras desenhadas à mão se mostram como a solução ideal.

Mesmo quando se acha uma fonte que combina com a proposta, não há como negar o valor de um trabalho manual, que agrega muito valor ao resultado.

Veja também: Como aprender a desenhar para melhorar meus projetos de design?

4 – A volta dos detalhes

O minimalismo foi uma tendência que dominou os últimos anos não apenas na ilustração como também no design. Porém, isso já está mudando.

Uma das principais necessidades por tal adoção foi justamente o digital, pois era necessário que os logotipos, elementos e demais atributos das imagens tivessem boa visualização nas plataformas digitais, algo que nem sempre era possível por conta da resolução das telas.

Hoje, porém, sua resolução é até maior do que costumávamos ver nos monitores e televisores de alguns anos atrás, ou seja, este deixou de ser um problema, o que vai inteiramente de acordo com o uso de detalhes.

Além de trazer diferenças notáveis aos projetos, eles agregam sofisticação e elegância, o que, consequentemente, ajuda na construção de uma marca sólida e forte no mercado.

5 – Ilustrações tomando o lugar das fotografias

Optar por fotografias ou ilustrações é uma dúvida que tende a ser cada vez mais comum. Embora ambas possam coexistir na identidade visual de uma determinada empresa, algumas podem optar pelas ilustrações por suas características peculiares.

O mercado se movimenta para uma estética com elementos artísticos, por vezes até rompendo os costumes que vinham sendo praticados até então. O movimento, que surgiu de marcas menores, que buscavam seu espaço no mercado, já está sendo incorporado até mesmo por grandes players.

Como é possível transmitir uma imagem mais humana e próxima da realidade dos consumidores, sem abrir mão de eventuais devaneios artísticos que destacam tais obras das trabalhadas pelos concorrentes, as ilustrações provavelmente continuarão a ganhar espaço.

Ilustrações: uma pincelada de arte no mercado de design

Nunca foi tão importante enriquecer seus conhecimentos em relação ao desenho gráfico, seja ele manual ou digital – o que, no final das contas, deriva da mesma arte e pode ser utilizado em conjunto.

Além das ilustrações criadas por você mesmo, você também pode contar com o acervo de ilustrações, vetores e gráficos da iStock, com opções magníficas para se adequar aos seus projetos e, assim, fugir da mesmice.

Aproveite esta oportunidade para fazer seu cadastro gratuito na iStock e conhecer todas as ilustrações disponíveis. Pode ter certeza que, depois disso, sua criatividade terá ainda mais elementos para concluir cada projeto!

Guilherme Dantas

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por criatividade, carros, educação financeira e cinema. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…