in ,

Brainstorm, Mapas Mentais e Organização: 10 ferramentas gratuitas que vão te ajudar no início do processo criativo

Já abordamos em diversos artigos sobre a importância de uma boa conversa com o cliente, elaborar um briefing consistente e a importância do trabalho em grupo de maneira organizada desde a fase inicial.

Na verdade, o conceito é um passo extremamente importante, mas existe uma grande chance de ser mal executado em diversas equipes ou trabalhos individuais, gerando refações, desgaste com cliente e muita insatisfação pessoal e de quem contratou.

Para então começarmos a colocar nosso conceito em prática, tirando ele das nossas ideias soltas e desorganizadas e traduzindo para um ambiente em que possamos visualizar e ordenar nossos pensamentos e insights, precisamos do auxílio de ferramentas.

Sejam elas os milenares lápis e papel ou algo um pouco mais atual como sites e softwares que possam colocar ordem nessa bagunça que está na cabeça do ser criativo.

Pensando nisso, separamos alguns sistemas que podem ser muito úteis para quem for iniciar qualquer projeto, seja ele um vídeo, site, editoração, identidade visual, animação, etc, afinal todo processo criativo passa pela ideia e todo conceito precisa ser amadurecido antes de ir para a prática.

A separação foi feita em etapas: Brainstorm, Mapas Mentais e Organização.

Confira abaixo:

Ferramentas para Brainstorm

Seja para um trabalho em equipe ou sozinho, existem momentos que precisamos jogar no papel todas as ideias, boas e ruins, para com isso filtrar e ver o que sai, podendo ser uma das ideias ou a junção delas.

Não vamos conceituar o que é o brainstorm em si, já que cabe em outro artigo, mas vamos focar em algumas ferramentas para que você possa aproveitar melhor essa etapa, em equipe ou não.

Google Documents

O editor de texto do Google é, na minha opinião, a maneira mais fácil de compartilhar ideias com outras pessoas ou com você mesmo, já que tudo que escrever é salvo na nuvem instantaneamente e pode ser editado e comentado por outras pessoas também.

Só precisa de uma conta Gmail e tem poucas limitações se comparado ao tradicional Word.

Word Online

Quando pensamos em softwares para escritório e produtividade, é impossível não falar do pacote Office, mas infelizmente o custo pode bloquear seu uso para algumas pessoas.

Mas ainda bem que a Microsoft criou uma versão do Word totalmente online, que só exige uma conta Microsoft (pessoal ou corporativa), sendo também gratuito quando seu uso for só na nuvem.

Miro

Saindo um pouco só do texto colaborativo, o Miro tem a ideia de simular uma lousa, daquelas lousas brancas que podemos colocar os post-its que são muitas vezes como aprendemos e mais aplicamos técnicas de brainstorm em um cenário presencial.

Então, simular isso de maneira virtual fica bem legal e pode estimular a criatividade.

Na versão gratuita não é possível criar quadros privados, mas o número de participantes é ilimitado.

Ferramentas para interações ao vivo

Ferramentas como Discord, Teams, Meet, Zoom, Slack, entre outras, são tão conhecidas que poupam apresentações, mas estão citadas juntas pela ideia de que todo brainstorm deve ser acompanhado de interações ao vivo.

O processo de brainstorm é algo extremamente dinâmico e fica mais difícil de fazer de maneira remota se o time ficar no silêncio.

Junte seu time e faça a inserção das ideias, em qualquer uma das plataformas anteriores ou em outra da sua preferência de maneira que todos participem e comentem ao vivo.

Ferramentas para Mind Maps (Mapas Mentais)

O mapa mental pode ser uma etapa visual do brainstorm, ajudando a juntar as ideias, que inicialmente estão espalhadas de maneira aleatória, em grupos com conexões.

Ferramentas para mind map podem ser usadas para muitas outras coisas, seja no trabalho ou na vida, já que tudo que fazemos tem alguma conexão com outro momento ou ideia, e colocar isso de maneira visual pode ajudar muito.

Lembrando que aqui também é recomendável, se o projeto for em grupo, que todos estejam na conversa, assim como no brainstorm.

Coggle

O Coggle tem a aparência mais próxima possível da concepção de um mind map como normalmente é demonstrado. Com diversos tópicos relacionados entre si, criando algo parecido com uma grande rede neural.

Permite criar até 3 mapas mentais privados e não tem limite para a criação de mind maps públicos e o resultado final pode ser exportado como imagem ou PDF.

MindMeister

O MindMeister é muito agradável visualmente, permite uma boa dose de personalização, com imagens e cores e, assim como o anterior, a colaboração com pessoas convidadas é feita em tempo real.

Permite a criação de 3 mapas mentais mas na versão gratuita não é possível exportar o arquivo, sendo necessário compartilhar o mapa no próprio site,o que não é necessariamente ruim, pois apesar de exigir conexão com a internet na hora da apresentação, permite navegar pelos tópicos de maneira fácil.

WiseMapping

Para quem gosta de projetos opensource, o WiseMapping é o representante da lista. Sendo de uso livre, é possível instalar seus arquivos em um servidor (online ou local), permitindo o acesso privado onde desejar.

Não tem grandes apelos visuais, mas funciona bem para o propósito, que é organizar as ideias com os diagramas.

Se for usar para sua empresa ou escola e não tem intenção de gastar, essa é a melhor solução, já que os demais apresentam soluções gratuitas apenas para uso pessoal.

Ferramentas para Organização

E apesar de todo o processo de brainstorm e mind map ser algo relacionado a organização de ideias, são etapas embrionárias, ou seja, é um processo que precisa ser feito antes de iniciar a produção mais prática de qualquer projeto.

Com uma ideia já mais estruturada, é hora de começar a separar as ações que devem ser desenvolvidas, incluindo delegar o que cada um vai fazer e seus prazos. Por isso separamos algumas ferramentas conhecidas para melhorar sua produtividade (ou de sua equipe) na etapa da organização:

Trello

Já falamos algumas vezes sobre o Trello e não custa relembrar, já que é uma ferramenta gratuita e simples de usar, podendo ser integrada com diversos sistemas.

E provavelmente por ser já bem tradicional no mercado, muitos integrantes da equipe podem estar familiarizados, facilitando e agilizando aí esse processo.

Evernote

O Evernote pode ser usado tanto como um tradicional bloco de notas, como também um organizador de tarefas bem flexível.

Ótimo para qualquer etapa da criação, não só nos conceitos iniciais, já que serve como um diário, capturando telas e momentos para lembrar ou utilizar mais fácil depois, sendo acessível onde estiver.

Microsoft To Do

Após adquirir um dos players mais tradicionais (Wunderlist) e começar a implementar suas funcionalidades, o To Do veio para ser uma boa alternativa a quem já tem algum serviço da Microsoft, mesmo que um e-mail gratuito.

Tem também aplicativo web e para as demais plataformas.

Conclusão

Como falei inicialmente, essas ferramentas não são necessariamente específicas para uma área ou outra, já que estamos falando mais de uma questão de organização de ideias e não a aplicação do conceito na prática, já que isso muda de área para área, como por exemplo wireframes para sites e aplicativos, roteiro para vídeos e animações, esboços para ilustrações e por aí vai.

Se o seu processo criativo for organizado desde o começo, o resultado final será alcançado de maneira muito mais fácil e eficiente. Veja aqui alguns processos criativos em nossas entrevistas que comprovam isso.

Até a próxima!

Julian Nunes

Escrito por Julian Nunes

Designer e professor nas áreas de computação e editoração gráfica e também apaixonado por cinema, animação, motion e flertando com fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…