in , ,

3 dicas para usar imagens em preto-e-branco em seus projetos

Muitas vezes queremos criar um diferencial em um projeto (seja ele físico ou virtual) e decidimos usar imagens em preto-e-branco para desenvolver uma determinada atmosfera ou passar certo tipo de mensagem.

Quando bem utilizadas, imagens monocromáticas costumam ser bem interessantes, mas precisamos tomar alguns cuidados.

Por isso, se você pensa em utilizar imagens desse tipo em algum projeto, confira três dicas que podem te ajudar.

Cuidado com o contraste

A composição entre imagens e textos é algo comum para designers gráficos.

Da mesma forma que o contraste é importantíssimo quando utilizamos imagens coloridas, o mesmo acontece no uso de fotografias em preto-e-branco.

Mas, nem sempre um texto totalmente branco ou totalmente preto irá contrastar com a imagem. Veja o exemplo abaixo:

Apesar de existir um bom contraste em algumas letras, outras ficam “camufladas” na própria imagem, prejudicando a leitura como um todo.

Portanto, para dar um destaque ao texto, procure utilizar cores que contrastam com todos os elementos da imagem de fundo ou utilizar algum sombreamento que possa destacar a frase.

Feito isso, confira se a leitura da palavra ou frase é fluída e natural, sem precisar “espremer os olhos” para conseguir entender o que está escrito.

Preste atenção ao contexto da imagem

Sempre que for usar uma imagem em algum projeto, pergunte-se o verdadeiro motivo dela estar ali. Qual a mensagem que você quer passar?

Ao convertermos uma imagem para preto-e-branco, a mensagem (ou sensações) que a imagem passa pode se alterar.

Veja na prática o exemplo abaixo:

Que sensações você experimenta ao visualizar a imagem acima? Consegue sentir a brisa refrescante e o calor do sol que parecem fazer parte desse cenário?

Agora, confira a mesma imagem em preto-e-branco:

Responda sinceramente: você sente as mesmas sensações ao observar as duas fotografias? Ou percebeu que a ausência de cores na segunda fotografia alterou a mensagem que uma imagem desse tipo passaria?

É claro que esse é um conceito subjetivo, mas é importante prestar atenção e saber que a mesma imagem pode passar sensações diferentes quando comparamos sua versão em cores e em preto-e-branco.

Experimente isolar uma cor

A técnica não é novidade, mas pode criar belos resultados.

Ao converter uma imagem para preto-e-branco experimente isolar e deixar visível apenas uma cor, como o amarelo ou o vermelho, por exemplo.

Mais uma vez o contraste é importante nesse caso. Cores vibrantes costumam criar um belo equilíbrio com os tons monocromáticos da fotografia. O importante é testar e experimentar.

Veja esses dois exemplos:

Exemplos de imagens em preto-e-branco com o destaque para uma cor específica

Outra dica ao isolar uma cor específica, é sempre levar em conta também os conceitos da psicologia das cores aplicadas à fotografia, para que a mensagem que você deseja passar seja feita de forma ainda mais eficiente.

Nesse artigo, você conferiu algumas dicas que podem te ajudar a criar belas peças de design. Todas as imagens usadas nos exemplos foram escolhidas no iStock, um banco de imagens profissionais para seus projetos.

E aí, o que achou dessas dicas? Quer participar do post e inserir mais alguma dica que te ajuda a trabalhar com imagens em preto-e-branco? Comente abaixo!

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por criatividade, carros, finanças pessoais e cinema. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…