in ,

O novo Design Center da Fiat e a importância do designer no ramo automotivo

Fomos convidados pela Fiat Chrysler Automóveis (FCA) para visitar seu novo Design Center Latam, localizado em Betim, Minas Gerais.

Resultado de um investimento de mais de onze milhões de reais, o espaço é considerado o maior estúdio de design automotivo da América Latina e conta com cerca de 150 profissionais responsáveis pela criação de novos projetos.

Em um tour guiado que fizemos pelo espaço, ficou clara a importância cada vez maior do designer no processo de criação de um automóvel, desde seus primeiros traços, até os testes e validações do modelo em escala real.

Acompanhe conosco essa visita!

Laboratório de UX Design

A visita começou no laboratório de User Experience (UX), onde existem dois simuladores: um que mais parece um videogame, com um cockpit e telas simulando o para brisas e retrovisores do veículo e outro com um óculos de realidade virtual.

O objetivo do laboratório é testar a usabilidade de soluções de interfaces e conectividade, além de percepções do design interno e externo dos veículos.

As centrais multimídia dos veículos estão cada dia mais poderosas, tornando-se verdadeiros computadores, com funções cada vez mais completas.

É aí que entra a importância de profissionais como designers de interface, que garantem que a navegação entre as muitas opções e recursos na tela seja o mais fluída e intuitiva possível. E é nesse laboratório onde são testadas na prática a interação entre o usuário e o sistema.

Pesquisadores e designers observam de dentro de uma sala de espelho a forma como usuários comuns reagem à determinadas situações. À partir desses dados, eles elaboram mudanças ou atualizações nos softwares para tornar o ciclo de design mais ágil e eficiente.

O simulador em realidade virtual também é um grande aliado no processo de design. Nele, designers podem avaliar acabamentos internos e externos, como cores e texturas. A ferramenta é bastante utilizada na fase inicial dos projetos, antes mesmo da construção dos modelos físicos.

Sala Virtual e Showroom

Depois de visitarmos o laboratório, conhecemos a Sala Virtual, e seu impressionante projetor à laser, que projeta os veículos em tamanho real com uma resolução excelente e um alto nível de detalhes.

É nessa sala onde os designers e engenheiros podem discutir ideias e propor mudanças e alterações no design dos modelos.

Integrado à Sala Virtual e ao Laboratório de UX, o Showroom é o espaço onde ocorrem as apresentações das várias fases dos projetos em desenvolvimento, até à aprovação final. A iluminação difusa valoriza a forma e cores dos modelos.

Áreas de trabalho

No piso superior do Design Center encontramos um belo e amplo espaço onde estão as áreas de trabalho. Apesar de setorizado, o espaço é aberto e permite o contato direto entre profissionais de diversas áreas.

As reuniões podem ser feitas em espaços comuns, quebrando o estereótipo da sala de reunião fechada e isolada.

Confira as áreas design que vimos por lá:

User Experience Design (UX)

A equipe de UX Design é formada por 13 profissionais, de áreas como design, engenharia, psicologia, comunicação e gestão de projetos.

O objetivo desses profissionais é entender o usuário em profundidade, criando produtos e experiências de alta qualidade em perspectiva estética, funcional e de usabilidade.

O time de UX pratica constantemente o Design Centrado no Usuário (User-Centered Design). A pesquisa em profundidade da perspectiva do usuário final é o ponto de partida.

Com os resultados obtidos, passa-se para o design de artefatos digitais ou físicos que, por sua vez, são testados e aprimorados até se chegar a uma versão avançada.

O time conta com user tests, pesquisas online, simulador de direção (aqueles do laboratório de UX), tablets e smartphones, Arduino, softwares 3D e 2D e metodologias como Design Thinking e Service Design.

Graphic Design e Realidade Virtual

A equipe conta com 6 designers de áreas distintas, como Gráfico e Produto.

Seu objetivo é buscar constantemente inovações, tecnologias e novas oportunidades para propostas de elementos gráficos e comunicação visual dos automóveis, além da melhor integração e interesse dos consumidores.

O time desenvolve propostas gráficas para automóveis, como adesivos, badges, faixas decorativas, serigrafias, tipografias, siglas e outros.

Os profissionais dessa área pesquisam e desenvolvem design focado em materiais gráficos.

Produzem virtualmente, por meio de elementos e softwares 3D (matemáticas), focando na melhor qualidade de apresentações de conteúdo, além de realizarem benchmark constante da concorrência, analisarem melhorias dos modelos da marca e criarem propostas para séries especiais e novos modelos.

A equipe identifica e interpreta tendências e suas aplicações para garantir as melhores soluções e tecnologias para os consumidores. Usa tecnologias de realidade aumentada para maior interação entre usuários e máquinas, e também participa do desenvolvimento das propostas aprovadas, acompanhamento em reuniões técnicas, atualização dos documentos necessários e atendimento aos fornecedores.

Tem à sua disposição softwares como Photoshop, Showcase, Maia, Illustrator, além de assinaturas de materiais de tendências e comportamento como a plataforma WGSN e revistas especializadas.

Interior e Exterior Design

A equipe de Interior Design é formada por 8 designers com formação em Projeto de Produto, dedicados ao desenho do interior completo do veículo, incluindo componentes como painel, volante, console, bancos, painéis de porta, revestimentos, etc.

A equipe de Exterior Design é formada por 12 designers também com formação em Projeto de Produto, dedicados ao desenho exterior completo do veículo, incluindo componentes como conjunto ótico, rodas, acessórios, etc.

As duas equipes tem por objetivo desenvolver produtos que atendam às necessidades e aos desejos do consumidor latino-americano por meio da filosofia de design e dos valores de cada marca do grupo FCA.

A equipe cria e acompanha tecnicamente todas as atividades que abrangem o desenvolvimento de design, Participa durante todo o processo de desenvolvimento de um produto, desde o seu conceito e factibilidade (o quão realizável é uma ideia) até uma última fase de verificação para o início da fabricação.

Seus profissionais desenham e trazem ao mundo real as ideias do papel, passando pelo 3D e modelos físicos em argila (Clay) até chegar ao equilíbrio entre a ideia inicial e o produto final na linha de produção.

Utilizam desde as ferramentas mais básicas como papel e caneta até telas digitais para desenho (Cintiq), software gráfico para desenho (Adobe Photoshop) e de modelagem 3D (Autodesk Alias).

Design de Cores e Materiais

Outra área muito importante para o desenvolvimento de um veículo é a de Design de Cores e Materiais, cuja equipe é formada por 6 designers de áreas distintas como Moda, Produto e Interiores.

Seu objetivo é buscar constantemente inovações e novas oportunidades para os acabamentos estéticos e funcionais dos automóveis.

A equipe é responsável por criar e desenvolver propostas virtuais e físicas para acabamentos dos componentes internos e externos. Participa do processo de pesquisa e desenvolvimento de design com foco em cores, texturas, revestimentos, tecidos e couro para automóveis.

Após identificar e interpretar tendências e suas aplicações, realiza propostas virtuais e físicas de acabamento e participa do desenvolvimento das propostas aprovadas.

Tem à disposição softwares como Photoshop, Maia e Illustrator, além de materiais de tendências.

Integrated: da tela para a argila

A fase final do processo de design automotivo é criar em escala real aquilo que foi projetado no papel e nas telas. É nessa fase onde onde o design é posto à prova, validando a teoria.

A argila (Clay) é utilizada há muito tempo no ramo automotivo pela relativa simplicidade do produto e sua fácil maleabilidade.

O espaço é integrado às áreas de trabalho por meio de um mezanino de vidro, permitindo que os designers mantenham contato visual permanente com o modelo que está em desenvolvimento.

Nessa fase, os profissionais precisam definir as variadas formas que fazem parte do design externo do veículo para que as medidas sejam passadas aos fornecedores que criarão o material em aço, alumínio e outros materiais.

O papel do designer no ramo automotivo

Essa empolgante visita de um dia ao Design Center da FCA, deixou claro que designers de diversas áreas têm um futuro muito promissor no ramo automotivo.

Há muito tempo o carro deixou de ser um simples meio de locomoção ou apenas um símbolo de status para se tornar uma verdadeira extensão da personalidade e (por que não?) até mesmo do corpo do seu proprietário.

As grandes montadoras sentem a necessidade, cada vez maior, de trazerem aos seus times designers que guiem o processo de desenvolvimento de um veículo, possibilitando a percepção e o entendimento da real necessidade do consumidor.

Por meio do trabalho em conjunto com engenheiros automotivos, designers possibilitam dar vida às ideias mais profundas e complexas, criando assim um novo patamar automobilístico.

Não sei quanto a você, mas ver de perto todo esse processo e a importância do design (e do designer) no ramo automotivo me fez ficar ainda mais apaixonado por essa área incrível. Vida longa ao design!

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por criatividade, carros, finanças pessoais e cinema. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…