in ,

É de grátis: o segredo da gratuidade na web

Free!

A frase do dia é: compartilhamento gratuito de informações.
Como assim? Todo meu valioso conhecimento deverá ser compartilhado gratuitamente? Com que finalidade?

Sabe aquele site que possui várias matérias interessantes, que te prende por vários minutos? São sites como esses que costumam atrair muitas pessoas. Agora imagine que de um dia para outro, o conteúdo é bloqueado. Você só poderá vê-lo se pagar uma taxa mensal. Frustração. Agora o conhecimento, a informação, deverá ser comprada. Você pagaria?

Isso é mais do que comum hoje. Não que seja errado, afinal ninguém é obrigado a sair distribuindo informações por aí. Mas a situação descrita acima pode (e com certeza vai) aborrecer meio mundo. A questão é que as pessoas gostam de coisas gratuitas. E gostam mais ainda quando conseguem informações de qualidade sem ter que pagar um centavo com isso. Se você deixar à disposição de qualquer um, conteúdo interessante, que realmente valha a pena ser lido, pode ter certeza: muitas pessoas virão até você.

Ah, então o dono do site, ou blog, que disponibiliza o conteúdo totalmente “free” simplesmente faz isso porque gosta. Não há intenção de ganhar dinheiro com isso. É isso? Não. Não é isso. Como dito, conteúdo interessante gera visitas. Visitas chamam atenção. Se você conseguir atenção o bastante, bingo. Encontrou a mina de ouro: a propaganda. Sim, quando há um tráfego muito grande de gente buscando o seu conteúdo, anunciantes te olham com bons olhos. É claro que eles querem suas marcas onde podem ser vistas, onde podem ser clicadas. Dê a eles um lugar para anunciar, e eles te recompensarão por isso.

A gratuidade da web é algo a ser explorado. É algo bom, que dá retorno. Veja o caso da gigante das buscas. Por acaso você paga alguma taxa para usar o Gmail, ou o Google Maps, por exemplo? Não, você não paga. Mas a Google explora tais serviços com propagandas direcionadas. Pronto. O usuário sai feliz, por usar um serviço gratuito. O anunciante sai feliz por ver que está tendo retorno com suas propagandas. E a google sai feliz, por ganhar dinheiro sendo gratuita. E você? É gratuito?

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por design, marketing digital, carros, cinema, astronomia e física quântica. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

3 Comentários

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…