Talvez você se sinta cercado de prédios, asfalto e concreto. Essa é a realidade de muitas pessoas que vivem e trabalham em grandes centros urbanos.

relatório de tendências da Adobe para 2017 destacou um importante indicador: talvez por esse “sufocamento” urbano, as pessoas têm buscado mais imagens com temas relacionados à natureza.

Segundo o relatório, a busca por imagens desse tipo aumentou 145% no último ano.

Mas, algo parece tirar o brilho desse aumento: a busca por imagens com temas urbanos aumentou ainda mais: 177%. E agora? Será mesmo que as pessoas estão em busca da natureza pela fotografia?

O equilíbrio entre a fotografia urbana e a natureza

Indo mais além nos dados acima, o time de pesquisa da Adobe foi entender quais os tipos de imagens que as pessoas buscavam quando o tema era urbano.

A surpresa se deu quando foi constatado que, dessas imagens, apenas 25% eram de cenários totalmente feitos pelo homem. A maioria das buscas (62%) mostrava que as pessoas procuravam justamento o equilíbrio entre o espaço urbano e a natureza. Em outras palavras: um pouco de verde ao meio do cinza das cidades.

Parques, jardins, e projetos que incluem a natureza no ambiente urbano surge como uma grande tendência: não só na fotografia, mas também na arquitetura e urbanismo.

A coexistência entre os dois mundos é tema de várias discussões e a crescente busca por mais qualidade de vida e mais espaços verdes já é uma realidade, principalmente em grandes metrópoles.

Não foi à toa que a Pantone Color Institute escolheu justamente um tom de verde como a cor do ano de 2017.

A mescla entre o verde e o cinza, o urbano e o natural, o concreto e a natureza parece se firmar como uma grande tendência fotográfica para os próximos anos.

Tendência essa que fotógrafos e designers do mundo inteiro podem trabalhar em seus projetos, criando belas composições e explorando paletas de cores que aproveitam o contraste entre elementos urbanos e naturais.

Basta usar a criatividade.

Fotografias por Fotolia

Guilherme Dantas