in , , ,

Os 10 C’s para criar um bom conteúdo em vídeo

A importância do vídeo hoje é inegável. Tanto para o marketing pessoal como para divulgar sua empresa e serviços.

Afinal, sempre ouvimos que “Uma imagem vale mais que mil palavras: “Uma imagem vale mais que mil palavras”, então imagine 30 imagens por segundo e com áudio.

Estamos em um momento que ao mesmo tempo que a linguagem audiovisual é essencial, ela está sendo executada muitas vezes de um jeito pouco planejado (improvisação e autenticidade também exigem um nível de planejamento). Então se souber usar o vídeo ao seu favor ou de sua empresa, com certeza é possível colher bons resultados.

Pra começar a falar sobre esse tema, separei 10 dicas para organizar e planejar seu conteúdo no vídeo e até mesmo como se comportar na câmera, se for o caso. Então, seguindo os “C”s abaixo, confira, compartilhe e comente:

Claro

Fale de um jeito que seu público vai entender.

Apesar de provavelmente você estiver falando com pessoas que pensam de maneira semelhante, cada um tem um nível de experiência e ritmo diferente, então não tente parecer inteligente com termos técnicos desnecessários.

Consistente

Mantenha um padrão de voz, mensagem e comportamento.

Dentro de um vídeo, comece e termine o vídeo no mesmo ritmo para não demonstrar como ele foi cansativo de ser produzido e, consequentemente, cansando a pessoa junto.

Agora se tratando em vídeos diferentes, a regra é ser consistente no que está dizendo e não se contradizer, assim como se comportar de um jeito parecido entre um vídeo e outro, já que você é a sua assinatura.

Confortável

Se for falar de um tema que não está confortável, se prepare bem antes.

Você deve estar tranquilo com o que estiver falando, tranquilo com a câmera e com o ambiente, para assim conseguir passar isso para a sua audiência.

Conciso

Aqui volto a falar do planejamento. Não necessariamente você precisa de um roteiro de cinema para criar conteúdo em vídeo, mas pelo menos um norte é necessário.

Definir os pontos que serão abordados ajuda muito a não ficar enrolando e deixando o vídeo desnecessariamente maior do que precisa.

Correto

Aqui não estou falando em ser “politicamente correto”, mas correto no sentido de falar as coisas certas mesmo.

Não que tenha que ser o dono da verdade, mas pelo menos se atentar com possíveis erros mais grotescos de português, nomes de entrevistados, dos lugares e outras referências que aparecerem no vídeo.

Comunicativo

Relaxe e imagine que você está tendo uma conversa com quem está assistindo.

Sei que não é fácil falar sem captar e compreender a expressão do outro lado, mas lembre-se que são pessoas, então faça de conta que está conversando com uma nesse momento.

Coerente

Ir, voltar e ir de novo não é coisa do filme “De volta para o futuro”, mas sim de um conteúdo mal estruturado.

Se você se perdeu ao falar sobre algo, imagina quem está tentando entender sua mensagem.

Completo

Preparou tudo o que ia falar? Hora do checklist:

1. Meu conteúdo tem início, meio e fim?

2. Cumpri o objetivo? (vender um produto, instruir algo, apresentar uma empresa).

3. Dei uma sequência para a audiência? (o que você pretende que eles façam depois de assistir sua mensagem?)

Esses foram só alguns itens a serem lembrados, e ainda sem contar a parte técnica.

Confiante

Para demonstrar que você sabe o que está falando, até a sua aparência importa.

Alguns conteúdos exigem serem abordados de uma maneira mais séria, outra mais despojada, e as roupas e sua aparência mostram muito isso.

Mas também é necessário que você demonstre certeza na sua fala. Então, pratique quantas vezes forem necessárias antes de gravar.

Cortês

Palavrões e insultos podem ser vistos muitas vezes de maneira cômica, mas não são nem um pouco uma boa prática.

Trate a sua audiência com respeito, você não conhece 100% do seu público e não sabe como vão lidar com possíveis insinuações fora de contexto. Então, seja gentil.

Conclusão

Criar conteúdo não é exclusividade para quem tem um canal do Youtube ou outra plataforma.

Fazer vídeos vem se tornando uma das principais tendências hoje para demonstrar que domina uma área do conhecimento, no caso de um profissional. Ou se tratando de uma empresa, para criar conteúdo relevante ao seu público e consequentemente atrair possíveis compradores.

Essas dicas servem então para se comunicar bem, independentemente de como vai fazê-lo.

Escrito por Julian Nunes

Designer e professor nas áreas de computação e editoração gráfica e também apaixonado por cinema, animação, motion e flertando com fotografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…