Vida e profissão para alguns. Hobby para outros. Com certeza a fotografia é uma verdadeira paixão para muitas pessoas, que buscam melhorar suas habilidades e tirar fotos cada vez melhores.

Pensando nisso, separamos cinco perguntas que podem te ajudar a ser auto-crítico e verificar se o trabalho feito poderia melhorar, junto com sugestões que vão aumentar a qualidade de seu trabalho.

A exposição está correta?

A janela está aberta, e a luz está entrando e iluminando o local. Tirei a foto, ficou legal. Mas ao olhar para a janela, onde está o céu? Ficou tudo branco!

A exposição não serve apenas para ajudar na hora de tirar fotos em lugares escuros. Ela pode ser uma grande aliada também em fotos com muita iluminação ou com um contraste muito grande entre o fundo e o objeto.

Sugestão: Objetos e plano de fundo estão muito diferentes em termo de iluminação? Tente tirar fotos com diferentes compensações de exposição e criar uma versão em HDR (ou na edição ou na própria câmera, quando existir).

Seja na câmera ou na pós-produção, essas fotos com diferentes exposições vão mostrar o melhor de cada imagem resultando em uma foto com todas as áreas visíveis, ambiente interno e externo, por exemplo.

O que acontece no plano de fundo está roubando a atenção?

Ao olhar para sua foto percebeu que por trás do objeto principal passou um carro ou uma pessoa correndo, por exemplo?

O que acontece por trás do objeto que está sendo fotografado pode chamar mais atenção do que o próprio protagonista. Por isso podemos utilizar recursos como desfocar o fundo, aproximar mais do objeto, ou mesmo dar uns passos pro lado para que a distração saia do campo de visão. Mas isso pode não ser possível se for uma foto no meio de uma rua movimentada. E agora?

Sugestão: Desfocar o fundo é um efeito muito legal, mas nem sempre sai do jeito que gostaríamos. Um outro efeito legal é, com a câmera em um tripé, utilizar uma longa exposição para borrar os objetos que se moverem atrás e, se apenas seu modelo ficar parado, você conseguirá uma ótima foto com um fundo estilizado e o objeto principal com grande destaque.

As cores estão corretas?

Amo o Photoshop e Lightroom, acho que toda foto pode ficar melhor com eles. Mas algo está errado se todas as suas fotos precisarem deles como mais de 50% do trabalho. Muito pode ser melhorado na captura da foto para diminuir a necessidade de pós produção.

Sugestão: Ajustar o balanço de branco manualmente para cada ambiente que fotografar já vai te dar cores fieis.

Apesar de ser um ajuste fácil de fazer na pós, se for ajustado manualmente na hora da captura você vai manter um padrão de cores entre todas as fotos que foram tiradas nesse ambiente, evitando que cada uma tenha uma aparência totalmente diferente, mesmo sendo fotos do mesmo lugar.

A profundidade de campo está boa?

A paisagem estava tão bonita e agora está tudo desfocado.

Desfocar o fundo não é algo que deve ser feito sempre. Muitas vezes o plano de fundo tem um papel muito importante na cena. Mas dependendo da distância que você está do objeto, só é possível focar um ou outro, certo?

O que normalmente acontece nessas situações é uma questão de abertura do diafragma. Usamos muito esse recurso para deixar a foto mais luminosa, mas quanto maior a abertura, menor será a área nítida da sua imagem. Em um retrato isso é ótimo, pois o foco fica apenas no objeto. Mas em uma foto de paisagem pode atrapalhar muito.

Sugestão: Precisa que tanto o objeto quanto o fundo fiquem focados e não pode se distanciar muito? O jeito é diminuir a abertura da lente o quanto puder e compensar a luminosidade com o ISO e a velocidade. Lembre sempre de usar um tripé para longas exposições.

É uma foto clichê?

Você olha para uma foto sua e fica pensando se não viu essa foto em outro lugar, certo?

Buscar referências é um dos primeiros passos para uma criação. Não é errado ver o que foi feito de bom e reproduzir usando sua identidade. O problema é criar algo que já está saturado pela quantidade de vezes que foi utilizado e repetido.

Até mesmo fotos “comuns” podem ser únicas. Usar uma receita de bolo e alguns apetrechos típicos para cenário, decoração e vestuário dos modelos são tentativas válidas para criar uma narrativa na sua foto.

Sugestão: O mais importante aqui é a identidade. Se sue fotografia não contar nada de interessante, algo precisa mudar. A história se conta a partir de sua imagem, sua edição (pós-produção), a expressão que a imagem passa, entre tantas coisas. Descubra o que faz suas fotos únicas e explore isso.

Conclusão

Foram apenas 5 dicas entre tantas outras que podemos aproveitar para deixar nossas fotos cada vez melhores. Ou seja, nunca podemos parar de estudar.

Por isso recomendamos o evento Foto Conhecimento, que vai acontecer nos dias 14 e 15 de novembro de 2017 em Porto Alegre. Esse evento com muitos workshops e palestras com grandes profissionais promete despertar o fotógrafo dentro de cada um.

Estaremos por lá, e traremos mais dicas sobre o universo da fotografia!

Sobre o evento: www.fotoconhecimento.com.br

Para participar do evento clique aqui.

Julian Nunes