in ,

3 dicas para reciclar ilustrações rejeitadas por clientes

A situação é comum no meio criativo: para se chegar a um resultado final, muitas vezes são necessários diversos rascunhos e versões de um projeto antes que o cliente abra aquele sorriso e pronuncie a palavra que todo profissional gosta de ouvir: “aprovado”.

Se você é um ilustrador e se viu na situação acima, saiba que aquelas ilustrações rejeitadas pelos clientes podem ganhar uma nova vida.

Em vez de abandoná-las em uma gaveta ou em uma pasta perdida no computador, é possível reciclá-las para que elas possam ser úteis e chamar atenção de novos clientes e até mesmo gerar uma renda extra recorrente.

Confira 3 dicas para fazer isso!

Crie um projeto pessoal

Dê uma olhada nas ilustrações que não foram aprovadas e pergunte-se: será que é possível criar um projeto pessoal com base nelas?

É claro que você deve ser criterioso e utilizar as ilustrações que sobraram de modo ético.

Nenhum cliente gostaria de ver o mascote da sua empresa, por exemplo, fazendo parte de um projeto pessoal.

Mas, em algumas situações, é possível aproveitar ilustrações que nitidamente não remetam ao produto final e, com base nelas, criar projetos pessoais.

Muitos ilustradores criam projetos não-comerciais simplesmente para treinar as habilidades ou como forma de autopromoção. Que tal fazer o mesmo aproveitando os rascunhos que sobraram do último projeto?

Alimente seu portfólio

O fato de seu cliente não ter aprovado aquela ilustração não significa que ela seja descartável ou esteja ruim.

Em vez de simplesmente abandoná-las, veja a possibilidade de colocá-la em seu portfólio.

Talvez aquele estilo de ilustração não tenha agradado um cliente específico, mas outro cliente em potencial poderá se apaixonar exatamente por ele.

Lembre-se que seu portfólio é a vitrine de suas habilidades. Os trabalhos que você decidir expor não precisam ser necessariamente apenas trabalhos que foram aprovados.

Projetos pessoais (como na dica anterior) e mesmo projetos não aprovados são bem-vindos nessa área, desde que eles possam refletir suas melhores habilidades.

Coloque-as à venda e ganhe comissões recorrentes

Outra dica é fazer com que aquela ilustração parada trabalhe por você. Como assim?

Imagine que você fez uma série de personagens para aquele cliente escolher, e que no final do projeto, sobraram alguns personagens não aprovados que poderiam ser de interesse de outras pessoas.

É claro que você não vai sair perguntando para todos que passarem na rua se estão interessados em comprar aquelas ilustrações. Isso seria loucura.

Um modo inteligente de expor aqueles trabalhos para possíveis compradores é por meio de uma plataforma como o Adobe Stock.

Lá, é possível deixar sua arte à disposição para que pessoas do mundo todo possam comprá-las e utilizá-las em seus próprios projetos.

Com o tempo, sua coleção dentro do Adobe Stock pode ir aumentando e as chances de receber cada vez mais royalties também.

Conheça mais sobre a plataforma e as perguntas frequentes sobre ela e faça o teste. Você pode começar a vender hoje mesmo.

E aí, gostou das 3 dicas sobre o que fazer com aquelas ilustrações que estão paradas?

Caso queira contribuir com mais alguma ideia, basta deixar seu comentário logo abaixo!

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por design, marketing digital, carros, cinema, astronomia e física quântica. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…