in ,

10 dicas para qualquer designer economizar na hora de comprar seus gadgets na Black Friday

Estamos chegando em uma época muito esperada de descontos nos preços, principalmente pelos designers que não querem estourar o budget sem abrir mão de equipamentos de ponta.

Não é à toa que existe essa grande espera, já que na Black Friday a queda nos preços dos gadgets é real, em um movimento que melhora a cada ano que passa e gera oportunidades reais de economizar centenas – ou até milhares – de reais para os mesmos produtos.

Mesmo em uma época em que os preços costumam cair, há boas dicas que você pode seguir para conseguir otimizar ainda mais o orçamento e realizar o sonho de ter aquele Mac, MacBook, iPad, iPhone e outros eletrônicos da Apple, uma grande parceira dos designers, entre outros eletrônicos, sem precisar acabar com todo o limite do seu cartão de crédito.

Ficou interessado? Então vem com a gente para descobrir!

Onde e quando surgiu a Black Friday?

O termo já faz parte do nosso cotidiano, mas nem sempre foi assim. Essa data comemorativa para o comércio veio para o Brasil um bom tempo depois de existir em outros países.

O termo Black Friday é usado informalmente (embora já tenha atingido um patamar considerável, tamanho seu sucesso) na sexta-feira que vem imediatamente depois do dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que por sua vez é celebrado na quarta quinta-feira do mês de novembro.

Originalmente, seu significado é abrir a sessão de compras para o Natal, quando as vendas começam a aumentar em preparação para o feriado do Papai Noel. A Black Friday passou a ser considerada como esse dia desde o ano de 1952, ou seja, há mais de 65 anos.

Para você ter uma ideia, a data é tão importante que algumas lojas começam a vender à meia-noite, enquanto outras iniciam as vendas já durante o feriado de Ação de Graças (este com peso similar ao que temos no Natal por aqui)!

Além disso, alguns funcionários e alunos recebem a quinta-feira de Ação de Graças e a sexta da Black Friday de folga. Desde meados de 2005, inclusive, esse é o dia mais movimentado para o comércio em todo o ano nos Estados Unidos.

No Brasil, o evento começou a acontecer em 2010, até então apenas em loja virtuais, com a adoção de mais de 50 estabelecimentos. De lá para cá, ele cresceu e passou a ser adotado por lojas físicas de vários segmentos, de supermercados a depósitos de materiais de construção.

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), as lojas virtuais do país movimentaram R$ 2,48 bilhões na Black Friday de 2017, montante 16% maior do que o visto em 2016, que foi de aproximadamente R$ 2,138 bilhões.

Em 2018, então, os números da Black Friday foram espantosamente positivos. As vendas em lojas virtuais atingiram R$ 3,5 bilhões ao considerar os quatro dias (de quinta a domingo), de acordo com a Ebit/Nielsen, uma alta de incríveis 41% em relação ao ano anterior.

Como economizar para comprar os gadgets dos seus sonhos?

Pois bem, depois de analisarmos os números, chegou o momento que você tanto esperava: as dicas para gastar menos dinheiro!

Embora estejamos no contexto de Black Friday, muitas das dicas podem ser aplicadas em outras épocas do ano. Por isso, recomendamos que você salve essa página e fique sempre de olho nela quando quiser comprar um novo eletrônico, seja um iPhone ou um monitor enorme para seus projetos de design!

1 – Crie uma lista de desejos

Se você esperar até a chegada da Black Friday para escolher qual modelo de iPhone comprar ou qual versão dos gadgets da Apple são melhores para o que você precisa e cabem no bolso, infelizmente pode ficar de mãos abanando.

É claro que não queremos desmotivar ninguém, de forma alguma, mas com tanta expectativa, não é raro que os produtos se esgotem rapidamente, ou seja, quem já sabe o que vai comprar consegue ser mais assertivo nos cliques e toques na tela.

Para evitar que isso aconteça, crie uma listinha com tudo o que quer ficar de olho. Assim, mesmo com tantas tentações nos descontos, você já saberá o que deseja e estará mais perto de realizar seu objetivo.

 2 – Comece a acompanhar os preços com antecedência

Como dissemos anteriormente, a espera é longa pela Black Friday, o que pode até fazer com que os mais ansiosos percam suas noites de sono, tamanha a expectativa em ter seu tão sonhado gadget em mãos.

Seja nas madrugadas acordado ou em outros momentos do dia, é fundamental ficar de olho nos preços dos produtos. Assim, quando uma oferta for anunciada, você saberá se o valor realmente vale a pena ou não.

3 – Atualize seu cadastro nas lojas

Ainda no assunto imediatismo, um detalhe que pode fazer toda a diferença é manter seu cadastro atualizado nas lojas em relação ao endereço, telefone, e-mail, formas de pagamento e tudo mais que precisar.

Pode parecer bobeira, mas qualquer minuto (ou até mesmo alguns segundos) que você ganhar já ajudam a encontrar o seu produto em estoque e, assim, ter em mãos o seu tão sonhado produto da Apple ou outro que tanto deseja.

4 – Compare os preços em diferentes lojas

O mesmo produto pode ter uma variação significativa de preços quando comparado em diferentes lojas. Em uma simples comparação, você consegue economizar mais de 20% no valor de um iPhone, por exemplo, sempre considerando apenas lojas confiáveis e com credibilidade.

Faça uma boa pesquisa de preços e veja qual é o melhor. O produto que você receberá em casa será exatamente o mesmo, com a diferença de que a parcela no cartão de crédito ou o valor do boleto será bem menor.

 5 – Aproveite os descontos à vista

Se você já vem guardando dinheiro há algum tempo ou recebeu um valor adicional, como férias, parcela do 13º ou algum job por fora, então pode ser que tenha um bom valor guardado. Aproveite essa oportunidade!

Embora não seja uma regra, certas lojas adotam preços promocionais quando o pagamento é feito à vista, já que não é preciso recorrer aos sistemas de pagamento com cartão de crédito, os quais costumam abocanhar uma parte do valor antes de o dinheiro chegar ao lojista.

Com isso, abre-se a oportunidade de comprar um iPhone com mais memória ou de um modelo superior, além de notebooks, tablets e outros dispositivos melhores do que os planejados.

6 – Olhe com carinho para as gerações anteriores dos gadgets

Quando ocorre o lançamento de um eletrônico, a apresentação é fascinante. Até mesmo quem não é um grande fã de tecnologia se depara com aquelas fotos e vídeos e fica apaixonado pelos novos recursos e funcionalidades.

Porém, a agilidade com a qual a tecnologia se desenvolve nos faz esquecer que esse é um momento que ocorre praticamente uma vez por ano. A Apple, por exemplo, lança novos modelos de iPhone anualmente, assim como outras fabricantes.

Isso significa que o último modelo pode chamar mais atenção, mas o da geração passada (e até de anteriores) continua se mostrando como uma bela alternativa, e o melhor, com um preço geralmente bem menor que os praticados nos lançamentos. Mantenha o olho vivo para as gerações passadas dos gadgets!

7 – Fique de olho nos cupons de desconto e cashbacks

A Black Friday, por si só, já tende a ter preços reduzidos nos produtos, o que pode ser potencializado mediante o uso de cupons de desconto, disponibilizados por várias lojas também nessa época do ano.

Outra alternativa que merece ser observada de perto é o cashback, que, como o nome indica, significa literalmente, “dinheiro de volta”. Você paga normalmente pelos produtos desejados e, depois de um certo tempo, parte daquele valor volta para você!

Ambas alternativas não demandam nenhum pagamento adicional, pelo contrário, te permitem economizar e/ou receber dinheiro de volta daquilo que você já iria pagar. Fala sério, tem coisa melhor do que comprar o iPhone que você tanto quer, pagar mais barato e ainda receber cashback?

8 – Não pense apenas na sexta-feira

Quando se fala sobre Black Friday 2019, é imediato se lembrar da sexta-feira – afinal de contas, o nome não deixa dúvidas. Porém, uma grande sacada é que as ofertas não acontecem apenas neste dia.

Algumas lojas podem antecipar e já começar a vender os produtos com preços especiais durante a semana, enquanto outras estendem os valores promocionais até o final de semana, isso sem falar na Cyber Monday, que é a segunda-feira após a Black Friday, em que as ofertas online também são muito boas.

Portanto, sempre acompanhe os preços todos os dias e fique à espreita de excelentes oportunidades.

 9 – Recorra a horários “alternativos” para suas compras

Nem sempre as melhores ofertas aparecerão enquanto você vai para o trabalho, no horário de almoço ou ao final da tarde. As lojas podem aproveitar horários com menor movimento para preços ainda mais vantajosos para os clientes, como durante a madrugada ou no final da noite, por exemplo.

Se possível, cheque de vez em quando como estão os preços dos produtos da sua lista. Quem sabe os gadgets da Apple não aparecem por um valor bem bacana de madrugada e você pode tanto economizar quanto comprar algum acessório ou produto adicional com o que tiver sobrado!

10 – Conheça os benefícios do seu cartão de crédito (ou solicite um que os tenha)

A última dica não está relacionada necessariamente com a Black Friday, embora também possa ser aproveitada durante essa época do ano, e diz respeito aos benefícios proporcionados pelos cartões de crédito, dos quais muitas pessoas nem conhecem a existência.

Você sabia, por exemplo, que algumas categorias de cartão oferecem, gratuitamente, garantia estendida para os produtos que forem adquiridos com ele? Assim, seu iPhone, iPad, MacBook ou qualquer outro dispositivo que comprar terá um período adicional de garantia sem ter que pagar nada por isso.

Outro benefício, este bem bacana para a Black Friday, é o seguro proteção de preço. Se você comprar algum produto e ele aparecer por um preço menor depois de determinado tempo, a operadora do cartão de crédito ressarce uma parte desse valor ou toda a diferença, de acordo com as características daquela modalidade.

Mesmo que os cartões de tais categorias costumam ter taxas de anuidade um pouco mais salgadas, o investimento pode valer a pena. Procure seu banco ou alguma instituição financeira para conhecer as opções disponíveis e coloque os benefícios na balança.

Renove seus equipamentos e melhore ainda mais em seus projetos de design!

A sensação de receber um eletrônico em casa é inigualável. Abrir a embalagem, ligar o dispositivo e passar os próximos dias encantado pelas novas funcionalidades é tão recompensador quanto positivo para a sua carreira, já que te dará melhores chances de atender aos clientes a contento, com agilidade e eficiência.

Não perca mais tempo: aplique nossas dicas, fique de olho nas ofertas e se prepare para a Black Friday, esteja você de olho em um iPhone ou outro dispositivo da Apple, uma mesa digitalizadora, um novo notebook ou o que quiser. Assim, você valoriza seu dinheiro e obtém uma economia surpreendente!

O KaBuM! está com promoções fantásticas para essa Black Friday. São preços que cabem no seu bolso e produtos perfeitos para deixar seus projetos de design ainda melhores, além de gadgets como iPhone, iPad e outros produtos e acessórios da Apple e também de outras marcas. Aproveite essa oportunidade!

Escrito por Guilherme Dantas

Fundador do Designerd, empreendedor digital, apaixonado por criatividade, carros, finanças pessoais e cinema. Arranhador profissional de violão nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…